Campanha: Racismo virtual consequências reais

Tirar o racismo das redes sociais e expô-lo nas ruas para levantar um questionamento social sobre o racismo virtual, essa é a premissa da campanha criada pela ONG Criola, que atua na defesa e promoção de direitos das mulheres negras desde 1992.

A ideia da campanha surgiu em resposta a comentários racistas voltados à jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, na página oficial do Jornal Nacional no facebook . Por acaso o fato correu no dia 3 de julho, Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial.

Para a ação a ONG criou parcerias com empresas de mobiliário urbano, outdoors e busdoors, e exibe mensagens reais publicadas no Facebook contra a jornalista, uma forma de conscientização de um problema real que vem crescendo nas redes, o objetivo é fazer com que as pessoas reflitam antes de postarem comentários racistas.

img_post

Assista ao vídeo da campanha e veja a reação das pessoas na rua:

 

É bom sempre lembrar, para quem sofre, o preconceito nunca é só virtual ;)

Voltar para o blog

Título destaques