A história do cartão de visitas

No dia-a-dia ao fazer negócios ou mesmo numa conversa informal, é comum e necessário haver uma troca de contatos, um ou mais meios de continuar a conversa, uma forma de comunicação para a apresentação de uma proposta ou até para formalização de um possível contrato.

A era dos smartphones trouxe muitos meios de armazenamento de informações, é comum ver aplicativos que gerenciam contatos. Até as mídias sociais são muito utilizadas para esse fim, o que não tira a importância do bom e velho cartão de visitas, ainda úteis mesmo depois de cerca de 6 séculos do seu surgimento.

Antes de mais nada é bom esclarecermos fatos históricos ocorridos por volta do século XV e que dividem as opiniões de historiadores. Um primeiro grupo deles acredita que os cartões surgiram na China, onde o nome dos visitantes eram escritos em cartões e lidos em voz alta para anunciar a sua chegada. Outro grupo afirma que a origem é européia, onde era comum jogadores usarem as cartas do baralho para escreverem informações e dados pessoais como um seguro de que dívidas oriundas do jogo seriam pagas.

No século XVII, os nobres da França já utilizavam os já chamados cartões de visita para se apresentarem em eventos sociais. Os cartões eram feitos com uso de caligrafia, ilustrações e até com a novidade da época, a altamente cara impressão em xilogravura. Ainda no século XVII os tradecards – cartões comerciais, na tradução literal – surgiam no Reino Unido para serem usados como mapas de localização de serviços.

O surgimento da prensa tipográfica e a Revolução Industrial popularizaram os cartões de visita, mas foi só do início do século XX para cá que os grandes saltos tecnológicos facilitaram de forma considerável a produção em larga escala, além de nos proporcionarem uma qualidade de impressão fotográfica e digital. As inovações não pararam por aí e em 2006 começaram a ser usados os cartões com QR Code, um padrão de leitura rápida capaz de armazenar dados acessíveis por câmeras de smartphones e outros dispositivos móveis. Atualmente é comum o uso da técnica de Realidade Aumentada (RA) em cartões de visita por meio de QR Code.

É cada vez mais evidente a importância do cartão de visitas, e assim como os livros resistem à chegada dos ebooks, é possível afirmar que ainda veremos os cartões impressos por um longo tempo, afinal, suas muitas variedades de materiais e impressões, atendendo a uma demanda de públicos diversos, há meios de impressão muito acessíveis e outros muito mais caros e complexos, isso daria um bom papo, mas isso é assunto para um próximo post ;)

Voltar para o blog

Título destaques